Implante Capilar Goiás

Uma das técnicas mais utilizadas hoje é o implante capilar, em que os fios de cabelo são implantados um a um nas primeiras linhas da cabeça. Este tipo de cirurgia é o mais popular hoje no mercado, dentre as cirurgias que visam solucionar o problema da calvície.
A perda acentuada dos cabelos tem um efeito estético negativo, já que a calvície frontal desenquadra o rosto, deixando-o de forma proporcional. A auto-estima fica abalada, pois a perda de algo que você teve por um longo período da sua vida causa insegurança. Pesquisas revelam que o cabelo influencia na decisão de uma mulher na escolha de seu parceiro.

A cirurgia de implante capilar dura de duas e oito horas, variando de acordo com a necessidade do paciente e do número de profissionais que fazem parte da equipe médica. A anestesia para este tipo de procedimento é local e o paciente pode voltar para casa no mesmo dia, só que precisa de uma semana de repouso.
Qualquer que seja o procedimento, o resultado definitivo demora entre seis meses e um ano para ser notado. Hoje, o implante de cabelo é o quarto procedimento cirúrgico estético mais procurado pelos homens, ficando atrás de lipoaspiração, correção de pálpebras e plástica no rosto.
A cirurgia de implante capilar está causando uma revolução entre o sexo masculino. A prova é o aumento considerável na procura nos últimos meses. A causa é a naturalidade dos resultados. A perda precoce de cabelo, na maioria das vezes relacionada a questões emocionais. A técnica da cirurgia de implante capilar é um grande avanço e a revolução dessa cirurgia foi a inovação dos enxertos com um só folículo.
Embora existam muitos tipos desta cirurgia, elas podem ser associadas em duas categorias principais: transplante e implante de cabelo e redução do couro cabeludo. O transplante de cabelo envolve mover o cabelo de áreas densamente cobertas, nos lados e atrás da cabeça, para implante naquelas calvas.

Uma vez que a calvície feminina é difusa, geralmente as mulheres têm falta de boas áreas para obter o cabelo para transplante e implante. O maiores avanços no transplante e implante capilar são os micro e mini enxertos.
Se a calvície de padrão masculino deixou a pessoa com uma área calva muito grande para ser coberta, ela pode se beneficiar da redução do couro cabeludo: a remoção cirúrgica de grandes seções da área com calvície.

Dispositivos elásticos colocados abaixo da pele para expandir as regiões com cabelos nos lados da cabeça, têm sido usados como complemento da cirurgia de redução do couro cabeludo. Outro método cirúrgico é a técnica com retalho, a qual gira ou move as áreas com cabelos nos lados da cabeça para a região que apresenta a calvície.
O fator genético é a causa mais comum para a perda precoce de cabelo entre os homens. Durante nossa vida intrauterina, os códigos genéticos de nossos pais e de outros antepassados moldam-se em nós, inclusive os referentes aos folículos pilosos. Os folículos da parte superior da cabeça que tenham alteração genética para a calvície são sensíveis ao hormônio dehidrotestosterona, o DHT.

À medida que este hormônio aumenta, na fase adulta, os folículos tornam-se cada vez mais fracos. Lamentavelmente, este processo genético, após sua iniciação, durará por toda a vida. Os cabelos nascem cada vez mais fracos e finos, perdendo sua capacidade de alcançar o tamanho normal. O afinamento do cabelo e o retrocesso da linha capilar frontal acabam por atingir o formato de um dos tipos de calvície.
Durante o processo implante capilar, o cirurgião retira parte deste cabelo em excesso e o prepara e implantam os fios nas áreas calvas. Os folículos são implantados um a um, de maneira incrivelmente simples. A complexidade reside na aplicação prática das habilidades artísticas e anatômicas que este procedimento exige do médico.
O médico deve se esmerar ao máximo para recriar uma nova linha de cabelos no paciente, fazendo-o com riqueza de detalhes. A idade e o estilo de vida do paciente devem ser levados em conta, de modo que o transplante complete adequadamente suas feições. O paciente deverá aprovar a estratégia que o médico pretende adotar, guiando-o em seu desenho da linha de cabelo.
O paciente sai do hospital com um curativo especial, que deve ser usado até o dia seguinte, quando será removido por uma enfermeira. Qualquer desconforto pode ser facilmente controlado com medicações para dor.